quinta-feira, 6 de abril de 2017

O ESCÂNDALO POLÍTICO NO PARAGUAI É MUITO MAIOR!


O presidente do Partido Liberal Radical Auténtico (PLRA), Efraín Alegre, acusou a José Ortiz, gerente da Tabacalera del Este (Tabesa) e mão direita do mandatário Horacio Cartes, de ser quem ordenou o ataque à sede partidária que preside.
  
Em conferência de imprensa, o titular do PLRA dice ter provas de que José Ortíz, a quem apontam como o responsável de manejar os meios que pertecem ao Grupo Cartes, é responsável por dar a ordem de atropelar na sexta-feira passada a sede do partido que preside. Naquela noite policiais mataram o jovem Rodrigo Quintana.

De acordo com a acusação, há informações de que Ortiz supostamente deu a ordem ao comissário Tomás Paredes Palma, chefe de Investigação de Delitos, cujo esteve no procedimento irregular na sede doPLRA.

“A ordem de atropelar o diretório (do PLRA) veio dele, porque ele é quem tinha e tem o controle do Ministério do Interior e toma as decisões operativas”, reiterou.

Assim mesmo, indicou que é inegável que o ataque mencionado foi dado por ordens superiores debido à magnitude do operativo. Ademais, ele mencionou que não está surpreso que um gerente de Cartes maneje um ministério, posto que no é o único. “Este é o Governo dos gerentes de Cartes”, afirmou.

Cabe recordar que Críspulo Sotelo, então comandante da Policía Nacional, é uma pessoa muito próxima a José Ortiz. Sotelo foi removido trás os distúrbios registrados na sexta-feira passada.

fonte: ABC Color
tradução: A Língua! News


Nenhum comentário:

Postar um comentário